9 de set de 2016

Lúcifer x Virgem Maria

Achei magnífico o paralelo que Padre José Antônio Fortea faz entre Lúficer e Nossa Senhora. E o compartilho com vocês:
"A palavra Lúcifer é originária do latim e significa "Estrela da Manhã". Ninguém deve estranhar que um ser maligno tenha um nome tão belo, pois este foi o nome que o Pai dos anjos colocou na criatura ao criá-la. O certo é que este era seu nome antes de cair.
É preciso  entender que a natureza mais magnífica criada por Deus foi a de Lúcifer. A Virgem se santificou dia a dia, com esforço. Ela, com seu sacrifício, seus atos e a Graça de Deus, conseguiu ser a criatura mais magnífica. Mas, sua magnificância não foi um ato da criação de Deus, e sim de santificação.Tanto, que a criatura mais magnífica que Deus criou foi a maior de todas as criaturas angélicas. Deus criou Lúcifer magnífico em sua natureza, e ele se corrompeu. 
Deus criou Maria humilde em sua natureza, uma simples mulher, e portanto, inferior aos anjos, mas foi ela quem se santificou. Como se vê, há um grande paralelo entre ambas as figuras, mas um paralelo inverso:

  • uma delas é a criatura mais perfeita por natureza, a outra por Graça;
  • uma delas se corrompe; a outra se santifica;
  • uma delas quer ser rei e não servir, e, ao final, não é nada; a outra quer ser nada e servir, e, ao final, é rainha.


Além disso, inclusive com relação aos nomes, há um paralelo entre a estrela da manhã angélica (Lúcifer) e a estrela da manhã da redenção (Maria):

  • a primeira estrela caiu do firmamento angélico; a segunda estrela se elevou;
  • a primeira estrela, que era espírito, caiu na Terra; a segunda estrela, que era corpo, ascendeu aos céus;
  • Lúcifer não quis aceitar o Filho de Deus feito homem; a Virgem não somente O aceitou como O acolheu em seu ventre;
  • Lúcifer era um ser espiritual que, finalmente, se tornou pior do que uma Besta (sem deixar de ser espiritual); ela era um ser material que finalmente se fez melhor do que um anjo (sem deixar de ser material);
  • Lúcifer se bestializou; ela se espiritualizou.


Agora existe apenas uma estrela da manhã, que é a Virgem. Pois, ainda que a primeira estrela tenha caído, a segunda brilhou com a luz da Graça, muito mais bela e intensamente que a primeira estrela, que brilhou somente com a luz de sua natureza."
Fonte: Livro 'Summa Daemoniaca' - SP, Ed. Palavra e Prece, 2010 - páginas 84 e 85 (questão 59)

Veja também Destino dos anjos caídos e Diferença entre o Temor a Deus e ao demônio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.