15 de jun de 2017

Resumo do Século I



Trago agora uma organização simples dos acontecimentos do Século I, conforme estamos estudando no curso do Professor Felipe Aquino sobre a História da Igreja. Um século de consolidação das raízes do cristianismo, do rompimento com o judaísmo, de muitos martírios e perseguições e o início de algumas heresias.

Segue abaixo uma linha do tempo, ano a ano de alguns dos acontecimentos principais neste século inicial:

SÉCULO I

Ano 7 ou 6 antes da nossa era  - (isto para a maioria dos historiadores; mas há outras tentativas de datação, que variam entre 7 a.c. e 7 d.C.): aconteceu o nascimento de jesus em Belém.
(Em 525, Dionísio, o Pequeno, monge em Roma, é o primeiro a fazer começar a nossa história pelo nascimento de Jesus; mas, na fixação do ano do nascimento, cometeu um engano).

Ano 26 a 36 – Pôncio Pilatos é procurador da Judéia.

Cerca de 29 - Aparição de João Batista (= o Batizador).

Cerca de 30 - Crucificação de Jesus.

Cerca de 40 - Morte de Fílon de Alexandria, judeu helenista, filósofo da religião. Suas numerosas obras (conservadas quase integralmente) consistem, em grande parte, de comentários do Pentateuco; as narrativas bíblicas são interpretadas de maneira alegórica (por exemplo: Adão é o símbolo da razão; Eva, o da sensibilidade). Em 39, Fílon foi a Roma, para conseguir a cidadania romana para os judeus de Alexandria.

Cerca de 42 - Morte de Tiago, o Maior, executado por Heródes Agripa.

Cerca de 50 - Segundo Suetônio (morto ao redor de 150), o imperador Cláudio expulsou "os judeus de Roma porque, por instigação de Chrestos, provocavam constantemente distúrbios" (Vita Claudii 15,4).

Ano 64 - Incêndio de Roma. Quando se suspeitou que o imperador Nero tivesse sido o instigador com vista à realização de seus projetos de novas construções, o imperador acusou os cristãos de serem os incendiários. Muitos deles morreram, para diversão do povo, na arena ou nos jardins de Nero, queimados como tochas vivas para iluminar as noites de festa, e sem que nenhuma prova tivesse sido fornecida da culpa deles. Pedro é martirizado e Lino o sucede na direção da Igreja (Papado).

Ano 66 a 70 - Revolta judaica contra a dominação romana. A insurreição termina com a conquista de Jerusalém por parte de Tito (70) e a destruição do Templo.

Ano 68 - Durante a guerra judaico-romana, Qumrã, centro de essênios, também foi destruído. A seita, cujo apogeu se situa entre o século II e I antes de Cristo, tinha-se separado com vista a uma observância mais estrita da Lei e se tinha instalado perto do mar Morto.

Ano 79 - Lino é martirizado e o sucede no papado Cleto ou Anacleto.

Ano 90 ou 92 - Cleto (ou Anacleto) é martirizado e o sucede Clemente I.


LISTA DE PAPAS

Pedro - até o ano + 64 (ou 67)
Lino - do ano 64 (ou 67) até 79
Cleto/Anacleto - do ano 79 até o ano 90 (ou 92)
Clemente I - do ano 90 (ou 92) até o ano 101


LISTA DE IMPERADORES ROMANOS

Augusto - do ano de 30 a.C. até 14 d.C.
Tibério - de 14 a 37 d.C.
Calígula - de 37 a 41 d.C.
Cláudio - de 41 a 54.
Nero - de 54 a 68.
Galba,Otão e Vitélio - de 68 a 69.
Vespasiano - de 69 a 79.
Tito - de 79 a 81.
Domiciano - de 81 a 96.
Nerva - de 96 a 98.
Trajano - de 98 a 117.



MARTÍRIO DOS PRINCIPAIS APÓSTOLOS

Para finalizar trago aqui uma lista organizada pelo professor Felipe Aquino onde ele lista como foi o martírio dos principais Apóstolo de Cristo:

Segundo a Tradição, assim terminaram as vidas dos apóstolos e evangelistas:


  • Mateus: Foi morto à espada na cidade de Etiópia.
  • Marcos: Foi arrastado pelas ruas de Alexandria e Egito, até expirar.
  • Lucas: Foi enforcado em uma oliveira na Grécia.
  • João: Foi metido numa caldeira de azeite a ferver, em Roma, mas escapou ileso e morreu mais tarde de morte natural, em Éfeso, Ásia Menor.
  • Tiago Maior: Segundo o testemunho da Bíblia, foi degolado em Jerusalém.
  • Tiago Menor: Foi precipitado de um pináculo do templo de Jerusalém ao solo; a seguir, foi esbordoado até morrer.
  • Filipe: Foi enforcado de encontro a um pilar em Hierápolis (Frígia, Ásia Menor).
  • Bartolomeu: Foi esfolado vivo por ordem de um rei cruel.
  • André: Foi crucificado e da cruz pregou ao povo até morrer.
  • Pedro: Foi crucificado de cabeça para baixo, em Roma, durante o reinado de Nero.
  • Paulo: Foi decapitado em Roma, também durante o reinado de Nero.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12