31 de ago. de 2021

Pequeno desabafo...


 Eu era adolescente e jovem e me converti.
Comecei a orar, converter-me, estudar a palavra de Deus, frequentar a igreja, estudar a doutrina.
Alguns amigos caminharam nessa direção conosco ou em outros grupos. Outros não tinham tanto tempo assim para se dedicar às coisas de Deus e continuaram na mediocridade...


Os que caminharam junto conosco, mesmo com suas dificuldades imensas, foram se alimentando da palavra de Deus através, não só do que estudavam e rezavam, mas também através do que os outros rezavam e estudavam através da partilha e da convivência mútua.
Uma época de grandes aprendizados e vivências.
Vivemos em grupos de jovens, grupos de oração, legião de Maria, eventos, luais, louvores, retiros, comunidade de aliança e outras ações na Igreja...
Pregávamos sobre conversão genuína, busca sincera de vida de oração, abandono do pecado e anúncio do fim dos tempos.


Infelizmente alguns irmãoszinhos ficaram pra trás e outros até acompanharam de longe e não viveram profundamente o que nós vivíamos, mas 'surfaram' na onda... Quem bom que pelo menos estavam juntos... Mas isso durou pouco tempo...


Logo aprendemos com o Senhor que devíamos mergulhar em águas mais profundas: descobrimos que toda nossa pregação e atividade missionária para tirar os jovens do pecado da droga, prostituição, ateísmo, entre outras coisas, estava quase como enxugar gelo porque havia uma força política impulsionando toda a sociedade a se prostituir, a normalizar o consumo de drogas e investindo pesado nos  profetas do ateísmo que eram ouvidos e respeitados por todas as famílias reunidas na sala de casa: os meios de comunicação, os jornalistas, enfim, a mídia... E ao estudar a fundo a doutrina da Igreja, a palavra do Papa, dos santos, descobrimos que o cristão, principalmente o leigo, não pode se omitir do bom combate no meio secular principalmente social. Que esse pecado é um pecado gravíssimo e mortal.


Começamos a mergulhar em águas mais profundas no estudo do fim dos tempos, descobrimos que havia uma ordem mundial já em atividade oprimindo as nações, os presidentes e os legisladores a aprovarem e patrocinarem o assassinato de crianças, a promiscuidade de todas as formas, tudo objetivando destruir a família cristã.


Descobrimos nas mensagens de Nossa Senhora que a própria Virgem Maria se coloca como combativa, aquela que avança como aurora, terrível  como exército em ordem de batalha, e que em suas mensagens deixa claro a importância do compromisso cristão que nosso Deus espera de seus filhos nestes fim dos tempos.
Mas que pena! Vários irmãozinhos nossos, nesse momento, não andaram mais conosco.
Não conseguiram abandonar os velhos vícios. Não conseguiram abraçar a cruz e se abster das dopaminas emocionais do primeiro amor. O vício em dopamina foi mais forte do que subir nas moradas... Criaram desculpas para si mesmos para justificarem sua covardia. Entraram no estado hipnótico do inimigo, que como um canto de sereia levou Pilatos a lavar as mãos...


Mas como se isso não bastasse, como nossa pregação profética os incomodou muito, começaram a nos atacar nos acusando de pessoas cheias de ira, de radicais, de politiqueiros, interesseiros, etc.... As fofocaiadas sobre nossa vida, nossa índole se espalharam como penas de uma galinha jogada ao vento... Aos moldes das estratégias dos inimigos da religião tentaram nos calar, "queimar nosso filme", um verdadeiro assassinato de reputações. Como os maus, nos cancelaram.
Alguns desfizeram amizades, bloquearam nas redes sociais, outros nos atacaram frontalmente, nos ofenderam e nos restou somente nos afastar para manter nossa sanidade. Outros permaneceram lá, mas calados, só vigiando, e fofocando em grupos à parte...


Veio então os ataques maciços da esquerda ao cristianismo de forma explícita. O que antes era meio oculto, agora estava à luz do dia. Alguns começaram a enxergar, mas a maioria estava ocupada demais na sua 'netflix', joguinhos, ou tentando ganhar mais e mais dinheiro...
Veio os ataques mundiais aos cristão em todo o mundo comprovando tudo que falávamos, mas talvez acharam que fosse coincidência...
Veio crises financeiras, morais, políticas, educacionais, de segurança e de saúde... Protestamos contra as insanidades do sistema corrupto e cruel, mas alguns dos nossos amigos não conseguiam nos seguir indo às ruas para os protestos... debochavam até: 'isso não vai dar em nada'...
Veio o impeachment da Presidanta e o silêncio em alguns e o deboche em outros: 'coincidência', 'ainda assim não vai adiantar nada'...

Se levanta um homem que poderia ser um frescor, um alívio nos ataques satânicos dos políticos a tudo aquilo que era sagrado, apoiamos ele na esperança de pelo menos conter o grande dragão vermelho... Mas estes velhos amigos deram voz a todos os ataques medíocres à vida pessoal de tal candidato, e quando ele foi esfaqueado, lamentaram que não foi morto... Mas eles ainda se achavam os bastiões da moralidade...
O homem ganhou, e cheio de erros e falhas está fazendo alguma coisa. Mas uma coisa eu tenho certeza, tal governo está de certa forma segurando um pouco as garras da ordem mundial dessa nação... Um pouco eu disse...

Mas que pena! Meus amigos ainda dormem! E agora estão ocupados demais com facebook, instagram, messenger, whatsapp... Mídias onde só se é permitido falar o que o pai da mentira deixa.... até tentei dissuadir alguns a irem ao telegram para terem acesso a informações mais fidedignas, mas sem sucesso...


Mas aí vem um furacão mundial: a fraudemia. Que foi abraçada com terror. Meus amigos agora tinham motivos para externarem sua ira, seus vícios sem vergonha, porque agora num estado de caos tudo está justificado. Tiraram nossa liberdade, tiraram nossa saúde, tiraram os medicamentos que poderiam nos salvar, mentiram descaradamente para nós dia e noite, dia e noite.
Mas alguns dos meus amigos ainda pregam a 'paz e amor' da revolução socialista achando que estão pregando o evangelho....


Os mesmos que patrocinaram a fraudemia trouxeram uma solução milagrosa: O bezerro de ouro das vachinas... Uma solução cara (vão chupar nossos impostos), mas que não é garantida a eficácia (se houver efeitos adversos você não tem direito de reclamar), e que ainda assim deverão manter lockdown, máscaras, distanciamento, etc, etc... E pior: que tal vachina deve ser obrigatoriamente tomada por todos... Que??!!!!
A insanidade, burrice, jumentice é tamanha! Não tenho palavras para expressar. Precisaria de um PALAVRÃO para chegar próximo a explicar corretamente a tanta imbecilidade.


Meus amigos nos acusavam de misturar política com religião. Hoje nós continuamos aqui jejuando e orando e eles.... bem, eles são assíduos consumidores do grupo globo e outras filiadas da mídia internacional que  são os portavozes da besta... Muitos já perderam a fé declaradamente, outros nem sabem que não acreditam mais em nada que lhes foi confiado... Após o impedimento das igrejas, com o retorno das missas não vejo mais meus velhos amigos... Onde eles estarão? Será que morreram na fraudemia? Ou morreram muito antes? 


Será que eram amigos mesmo?????????


O que vejo hoje são pessoas e mais pessoas desejando a morte de outros simplesmente porque não querem embarcar nessa insanidade. Nada novo, pois os loucos sempre quiseram matar os lúcidos... A história sempre foi assim, né?


Seguimos aqui tentando unir pessoas de bem que queiram viver o evangelho tal qual e não o simulacro que fizeram dele. Continuamos aqui, mesmo com nossos erros e falhas tentando fazer a vontade de Deus que a cada dia nos corrige, nos ameaça e exorta profeticamente a continuar. Continuamos aqui não só orando, mas fazendo ações práticas: nos reunindo fisicamente, conversando com pessoas, tentando levar o máximo de gente à luz, à verdade e não a um sentimentalismo barato disfarçado de espiritualidade.


Evangelização não se faz dizendo 'Deus te ama'. Evangelização  se faz dando a vida pelo evangelho. O resto é só uma desculpa para si mesmo, para permanecerem em suas vidinhas cômodas, onde criaram uma religião e um deus falso para si que só os elogia e fica amaciando o ego deles, ou seja uma idolatria para si próprios, tudo isso para não cumprir o que o Senhor pediu: 'Quem quiser me seguir renuncie a si mesmo, tome sua cruz e siga-me'.

 

Por conta de tudo isso é que o número de pessoas doentes mentalmente aumentou enormemente. Sem o Deus verdadeiro o homem se esfarela. Não adianta ele criar ídolos para si, o homem não consegue ficar de pé sem Deus. E se tudo o que aconteceu até aqui foi difícil, prepare-se porque tempos muito mais difíceis virão nos próximos dias...


Não somos perfeitos, repito de novo, mas não tenho dúvidas que o caminho que estamos trilhando não fomos nós que inventamos ou quisemos. Não queríamos estar aqui, preferíamos estar no sofá, mas foi o próprio Deus que uma vez nos seduziu e não há como não seguir sua santa voz que chama, chama, chama... Quem tem ouvidos para ouvir, ouça! O tempo é curto.

 

 

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.